Proposta Pedagógica

A. PRESSUPOSTOS BÁSICOS

O Núcleo de Educação da Infância, escola de educação infantil e fundamental, parte do pressuposto de que a formação, aprendizado e desenvolvimento da criança no contexto escolar e social vincula-se ao papel político e pedagógico assumido pela instituição como mediadora-dinamizadora das relações entre as experiências e conhecimentos da criança e os conhecimentos acumulados socialmente pela humanidade; e da participação e apoio da família na gestão política e pedagógica da escola. Para assumir este papel, definimos um conjunto de princípios teóricos a partir dos quais são estruturadas as atividades curriculares:

  .A criança é um ser social, com características, sensibilidade e lógica próprias;

  .O desenvolvimento infantil – em todos os seus aspectos – é um processo dialético construído, implicando em avanços, recuos interdependentes;

  .O desenvolvimento cognoscitivo – em todas as suas manifestações: pensamento, linguagem, relações lógicas e topológicas, conceitos e operações – é um processo construído internamente, mediante atividades externas pautadas nas experiências, interações e ações significativas da criança;

  .Este desenvolvimento implica periodicidade, fases com características, possibilidades e necessidades próprias;

  .Na definição das experiências de aprendizagem, professores e crianças têm papéis importantes, com ênfase na iniciativa e aprendizagem ativa.

B. OBJETIVOS

 É objetivo do NEI, criar um ambiente que oportunize a interação entre crianças e entre estas e os adultos, permitindo a vivência e construção progressiva, em que a criança possa:

  .Afirmar-se como indivíduo e como ser coletivo, desenvolvendo, mediante as relações afetivas e atitudes de cooperação, a autonomia e a responsabilidade;

  .Favorecer o desenvolvimento integral de bebês e crianças em todos os seus aspectos (social, afetivo, cognitivo e motor);

  .Desenvolver uma atitude de curiosidade e crítica frente ao mundo;

  .Vivenciar situações que possibilitem a construção do conhecimento e da expressão da realidade;

  .Construir operações, conceitos e relações integradas nas várias áreas de conhecimento;

  .Construir as formas de representação e expressão no mundo exterior e interior: imagens, linguagem, jogo simbólico, desenho e escrita;

  .Desenvolver a consciência do corpo e de suas possibilidades de perceber e agir sobre o ambiente.

C. METODOLOGIA

O nosso fazer pedagógico consiste em desenvolver atividades que sejam significativas, centradas nas curiosidades, interesses, necessidades e possibilidades da criança, ajudando-a no avanço efetivo do seu processo de desenvolvimento global.

A ação pedagógica se dá via Tema de Pesquisa que articula três eixos: o contexto sociocultural, a estrutura dos conhecimentos de área e os processos de construção de conhecimentos nas crianças. Cada um desses eixos utilizados articula-se em uma metodologia de trabalho, que tem como base os conhecimentos já produzidos em diferentes perspectivas, o que traz à tona uma reflexão sobre os limites e possibilidades para os conteúdos das diversas áreas na educação infantil e no ensino fundamental.

Desde os primeiros anos de ensino tudo o que é ressaltado como informação relevante acerca do tema é explorado através da fala e de diversas formas de registros. É, portanto, questionando, discutindo, dialogando, pesquisando, explorando, experimentando, manipulando e comparando os elementos do ambiente que as crianças constroem, em um processo onde o erro construtivo é parte do avanço e do seu conhecimento de mundo.

D. ROTINA DIÁRIA

A necessidade de organização do tempo e do espaço da escola tem o objetivo de possibilitar a construção da orientação, segurança e autonomia da criança, resulta na estruturação de uma rotina que implica uma sequência de momentos.

Para a creche –

Para a Pré-escola e Ensino Fundamental – roda, hora de trabalho, arrumação, lanche, parque, hora da história, hora de trabalho e arrumação final – em que, dependendo do andamento do grupo, suas necessidades e interesses às atividades diárias são desenvolvidas.

E. ORGANIZAÇÃO DAS TURMAS

A organização das turmas, no tempo e no espaço, visa favorecer a segurança e a construção da autonomia da criança. Tem com critério a estruturação das crianças por faixa etária.

 

EDUCAÇÃO INFANTIL

Berçário I: 6 meses a 1 ano

Berçário II: 1 ano a 2 anos

Turma 1:         2 anos a 3 anos
Turma 2:         3 anos a 4 anos

Turma 3:         4 anos a 5 anos
Turma 4:         5 anos a 6 anos

 

ENSINO FUNDAMENTAL

1º ano:           6 anos a 7 anos

2º ano:           7 anos a 8 anos
3º ano:           8 anos a 9 anos

 

F. ESPAÇO

 

           Em cada sala de aula, os materiais estão disponíveis em locais que incitam a prática de determinadas atividades: canto da leitura, canto dos jogos, canto do faz de conta, canto da arte, canto da roda, como também espaços delimitados nas paredes para disposição das produções das crianças – textos coletivos e imagens.

           Além das salas de aula, há outros espaços: biblioteca, brinquedoteca, sala de multimídia, parques, quadra, jardins, solários, cozinha experimental, sala do repouso (creche) e refeitório (creche).